Últimos posts

23 de agosto de 2016

"Retina Latina": serviço de streaming gratuito que disponibiliza filmes latino-americanos

   Há alguns dias vi amigos compartilhando uma notícia muito interessante: uma espécie de "netflix latino-americano" estaria disponibilizando filmes latino-americanos pouco divulgados de forma gratuita. Seria o meu sonho?! O post de hoje conta tudo sobre esse serviço gratuito de streaming e se está disponível para nós aqui no Brasil ou não! 

   "Retina Latina é uma plataforma digital de difusão, promoção e distribuição do cinema latino-americano, de caráter público e acesso gratuito e individual para os cidadãos da região desenvolvido por seis empresas cinematográficas da América Latina".

    Essa é a descrição disponível no site retinalatina.org, que está no ar há quase seis meses e é o resultado de uma iniciativa do governo colombiano em parceria com países como Uruguai, Peru, México, Bolívia e Equador. Segundo o site, o projeto surgiu da necessidade de responder três condições: falta de um mercado regional consolidado, concentração de obras nacionais de sucesso no mercado local que não são expostos em mercados vizinhos e mecanismos insuficientes de coordenação regional para a distribuição de filmes. 

   Seria um serviço de streaming para que seus usuários desfrutem de uma plataforma que possa representar a diversidade de produção e que amplie os conhecimentos acerca da história e o presente da arte cinematográfica na América Latina, visto que esse tipo de produção sofre dificuldade para circular dentro e fora de seus países de origem, ficando de fora das salas de cinema e da mídia, sem nenhum tipo de visibilidade. O site conta com cerca de 10.500 usuários e funciona em ciclos mensais.

"De cómo los niños pueden volar" é um dos destaques do mês, uma ficção mexicana de 2008 que participou do Festival Internacional de Cinema de Morelia.

   A ideia não é competir com plataformas comerciais, investindo em produzir filmes e estar atualizando seus "lançamentos" e quem afirma isso em entrevista para o Folha de São Paulo é a coordenadora do Retina Latina, a Yenny Chaverra Gallego.

  O Brasil foi convidado a participar da plataforma mas optou por não recusar o convite devido aos custos do projeto: um orçamento de aproximadamente R$3,7 milhões de reais (US$1,185 milhão). Masssss, mesmo não tendo participação no Retina Latina, o serviço encontra-se disponível em terras tupiniquins, já que está liberado para toda a América Latina. Cuba, Argentina e Chile são países que estudam a possibilidade de participar do projeto.

Um dos principais filmes da Colômbia, "La Sirga" (2012) sobre a violência no interior da Colômbia também está disponível no Retina Latina.

   São 48 longa e 29 curtas, entre ficções e documentários e resenhas, críticas, ensaios, entrevistas e materiais de multimídia complementares das obras audiovisuais.
   Segundo a descrição no próprio site, o Retina Latina busca conectar as nossas indústrias cinematográficas com novos públicos e também convidar os já existentes para formar uma grande comunidade cinéfila latino-americana. Parece uma ideia maravilhosa, não é mesmo?

Postar um comentário

(Os comentários são moderados antes de serem aceitos)

 
Copyright © 2014 Heroínas Modernas . Designed by Danielle Cristina/ and Danielle Cristina