Últimos posts

7 de julho de 2016

Saiba tudo sobre a nova "Iron Man" da Marvel, mulher e negra

  A mais nova novidade da Marvel: Iron Man é mulher e negra! 

 O escritor da Marvel, Brian Michael Bendis falou sobre a criação da mais nova personagem, Riri Williams, que irá assumir o "Homem de Ferro" para Tony Stark. Por enquanto continua Homem de Ferro, mas esperamos a mudança do nome pra ontem, né?
 Com o final da II Guerra Civil, esperamos Tony Stark aposentando-se de sua armadura, dando lugar à Riri Williams, que segundo a Time será responsável pela nova super-heroína: assim como Tony, Riri também é um gênio da ciência que aos 15 anos acaba matriculando-se no MIT. Ao construir sua própria armadura de Homem de Ferro, acaba chamando a atenção de Stark.


 Sobre a construção do caráter de Riri Williams, Brian Michael Bendis respondeu: "Uma das coisas que ficaram comigo quando estava trabalhando em Chicago há atrás, em um programa de TV, foi a quantidade de caos e violência. E essa história desta jovem e brilhante mulher, cuja vida foi marcada pela tragédia que poderia facilmente ter terminado em uma vida de rua e violência e foi para a faculdade foi muito inspirador para mim. Eu pensei que era a versão mais moderna de uma história de super-herói ou super-heroína que eu já tinha ouvido."

 Bendis afirma que parecia um tipo de violência que inspirava uma jovem heroína a levantar-se e agir, usar sua perspicácia na ciência e suas habilidades naturais que ainda não estão muito bem desenvolvidas, mas à frente do que era Tony Stark na mesma idade, reconhecendo o quão emocionante foi a criação da personagem. 

 Quando questionado sobre o surgimento dela nos quadrinhos Homem de Ferro, Bendis diz que na última edição do quadrinho, Tony estaria em um laboratório falando sozinho, ciente de que há alguma estudante na MIT que havia desenvolvido uma armadura, sozinha e em seu dormitório.

 Sobre a forma como tem se dado a recepção da personagem até o presente momento (da entrevista), Bendis diz: "Felizmente, por causa do meu envolvimento na criação de Miles Morales e Jessica Jones e alguns outros personagens, ela está recebendo o benefício da dúvida, mesmo dos fãs mais grosseiros. Há fãs que dizem: "Mostra-nos o material novo", e então há fãs que dizem: "Não faça nada diferente de quando eu era criança". Então, quando você está introduzindo novos personagens, você sempre vai ter pessoas paranóicas sobre arruinarmos suas infâncias.
 Estive por este caminho com Miles Morales, Jessica Jones, Maria Hill. Eu sabia que estava em boas mãos com Mike Deodato e outros artistas que estão ajudando na visualização da Riri". 

 Sobre a notícia da personagem "estragar" o final da Guerra Civil 2, Bendis responde: "Eu não quero estragar nada para os fãs. Mais pessoas vão estar chateadas pensando saber o final da Guerra Civil, agora mais do que com qualquer coisa que já falamos." [...]  "Isso não quer dizer que você sabe como a Guerra Civil 2 termina. Nós não estamos dizendo a você o fim, em tudo".

  Nós do Heroínas Modernas sempre falamos sobre a importância da representatividade aqui e não é nenhuma novidade o quanto ela é necessária. Personagens reais, que representem pessoas reais e as minorias que são invisibilizadas são necessárias.
   A Marvel tem sido inovadora neste quesito (representatividade e diversidade), sempre trazendo novos personagens. Gostaríamos muito de ver a representatividade para além dos quadrinhos e dos personagens, quem sabe, com a presença de mulheres negras como ilustradoras, roteiristas, quadrinistas... que tal?

Fonte: TIME

Postar um comentário

(Os comentários são moderados antes de serem aceitos)

 
Copyright © 2014 Heroínas Modernas . Designed by Danielle Cristina/ and Danielle Cristina